A VITÓRIA
Curso e treinamento de Sobrevivência em ambientes naturais hostis, selva, deserto, mar, montanha, caverna, climas frios e situações adversas
Principal Sobrevivência FAQ Fazer Inscrição Fale Conosco

   

Sobrevivência
Curso Intensivo
Sobrevivência Urbana
SANH
TSS
Manuais
Público Alvo
Perguntas mais Freqüentes (FAQ)
Sobrevivência na TV
Fazer Inscrição
Fale Conosco
Trabalhe Conosco

 

DESARMAMENTO -> O outro lado da moeda.

 

Revelações assusta-doras sobre o nº 11. Pura coincidência ou foi tudo planejado?

 

Saiba como funciona o "Sistema Echelon" a secreta rede global de espionagem e vigilância, gerenciada pela NSA, Agência de Segurança Nacional dos Estados Unidos.

Conheça também o HAARP

 

Eventos relacionados com a 3ª Guerra Mundial.


Eventos Atuais.

 

Entropia -> Progresso para a destruição.

 

Conheça nossas origens

 

Sobrevivência na Selva - As dificuldades na selva equatorial são extremas: o isolamento, os grossos pingos de água que caem das copas das árvores, o zumbido e as picadas constantes e incômodas dos insetos, os animais selvagens, a terra molhada coberta de folhas e troncos de árvores mortos que dificultam a locomoção, a elevada umidade atmosférica onde se proliferam inúmeras doenças tropicais, enfim, a morte muito próxima em todas as situações, havendo, ainda, a quase impossibilidade do estabelecimento de um sistema de comunicações.

 

Saiba mais sobre Desmatamento e Desertificação no Brasil.

 

Sobrevivência no Deserto “A maioria das pessoas desconhece como é difícil sobreviver no deserto”, explica Amado Marcelo Coelho, da Cruz Vermelha Mexicana, da unidade móvel baseada na cidade de Altar, México. “A temperatura faz com que tudo fique ainda pior entre os meses de abril e agosto, época do verão”, diz o policial Andy Adame. É o pior dos mundos: dias terrivelmente quentes e noites horrivelmente frias. “Vi mães dolorosamente agarradas a seus filhos, ambos mortos pelo frio”, conta Adame. O paramédico Coelho afirma que um dos maiores problemas dos que se aventuram à travessia é a desidratação. “É comum encontrarmos pessoas que perdem o raciocínio por completo por causa da sede. Elas escavam a terra com as mãos à procura de água ou tentam esfriar o cérebro enfiando a cabeça na terra”, diz Adame. “Quando identificamos um grupo fazendo movimentos em círculos, é certo que ele está perto da morte”, garante. - Ver matéria completa

 

 

 

 

 

Inédito no Brasil

O mais completo curso e treinamento de SOBREVIVÊNCIA para civis.

SANH

Curso livre de Sobrevivência em Ambientes Naturais Hostis (deserto, selva, mar, climas frios, montanha, cavernas) e em situações adversas.

Desvendamos nesse curso e treinamento, técnicas  guardadas há anos por militares, desbravadores e índios e aprimoradas pela ciência. Coisas incomuns, que não se aprende na escola, ninguém nunca te revelou, provavelmente nem seus pais e nem seus professores sabiam, mas você pode precisar a qualquer hora. Prepare-se!

Benefícios do curso e treinamento em sobrevivência:

(▲) = aumenta/melhora...

  • a consciência de si mesmo e do ambiente;

  • o discernimento entre utilidade e inutilidade;

  • o domínio de si mesmo, físico, racional e emocional;

  • a autoconfiança e a noção de limites;

  • a capacidade de realização de tarefas;

  • a capacidade de administração do tempo;

  • o racionamento de energia;

  • a segurança, os níveis de atenção e estado de alerta;

  • a velocidade na tomada de decisões;

  • o quociente de adversidade e a independência;

  • o respeito pelo meio ambiente;

  • a comunicação com a equipe / liderança;

 

Investir na cultura da sobrevivência é controlar o lado subjetivo do risco, é dominar a si mesmo antes de tentar dominar o ambiente, é estender o seu tempo de vida para viver mais e mais intensamente, é ser capaz de vencer obstáculos e aproveitar o que a vida tem de melhor.

Para morrermos, não precisamos fazer nada. Basta ficarmos estáticos e é só uma questão de tempo. A ilusão da expectativa de vida não nos garante nada. A morte sim, é garantida, pelo menos para o corpo. O princípio da sobrevivência consiste em evitar e solucionar problemas e adiar a morte. Evite estar no lugar errado na hora errada, mas se for inevitável ou necessário, pelo menos não seja a pessoa errada. A pessoa errada na hora errada no lugar errado é uma combinação fatal!

 

 

"Mais poder tem o sábio do que o forte, e o homem de conhecimento mais do que o robusto. Com medidas de prudência farás a guerra, na multidão de conselheiros está A VITÓRIA" (Provérbios 24:5-6)

Conheça também o curso de Sobrevivência para Missionários.

A canoa

“Em um largo rio de difícil travessia havia um barqueiro que atravessava as pessoas de um lado para o outro. Em uma das viagens, iam um advogado e uma professora.

Como quem gosta de falar muito, o advogado pergunta ao barqueiro: Companheiro, você entende de leis? Não. - Responde o barqueiro. E o advogado compadecido: É pena, você perdeu metade da vida!

A professora muito social entra na conversa: Seu barqueiro, você sabe ler e escrever? Também não. - Responde o remador. Que pena! - Condói-se a mestra - Você perdeu metade da vida!

Nisso chega uma onda bastante forte e vira o barco. O canoeiro preocupado, pergunta: Vocês sabem nadar? Não! - Responderam eles rapidamente. Então é uma pena - Concluiu o barqueiro - Vocês perderam toda a vida!” - Paulo Freire

Ou seja, sobrevivência é muito mais do que ter uma profissão, pois se você não sobreviver, não terá profissão nenhuma.

Sobrevivência não é uma opção de vida, mas uma condição de vida, uma necessidade universal. Continuar vivendo apesar das circunstâncias desfavoráveis e difíceis. Se é algo contínuo, então o conhecimento e a sabedoria da sobrevivência se aplicam ao dia-a-dia, e não apenas a situações de estado de necessidade, calamidades, guerras ou situações limítrofes de sobrevivência.

Os avanços no desenvolvimento de novos materiais, roupas para aventuras ao ar livre, equipamento, alimentos de emergência e técnicas têm crescido rapidamente nos últimos anos. Para aqueles iniciantes interessados em aventuras radicais, existe bastante informação disponível. Entretanto, experiência é o melhor professor em qualquer situação em ambiente selvagem e sua reação em uma situação de sobrevivência depende da sua educação. Aprenda a vencer os obstáculos da natureza para não se tornar mais uma vítima. Sempre tenha em mente que pode acontecer com você. Aqueles que são mentalmente e fisicamente preparados para sobreviver serão os mais prováveis a fazê-lo. Para tratar com uma situação de emergência temos que saber tomar decisões, improvisar e manter a calma. Portanto, é melhor saber e não precisar do que precisar e não saber, pois a natureza não se adaptará a você, você é quem terá que se adaptar a ela.

Público Alvo

Esse curso é voltado tanto para aqueles que planejem fazer uma viagem ou aventura na natureza quanto aqueles cuja permanência em um ambiente hostil se der por uma causa acidental, em que a falta de equipamentos e suprimentos imponha a improvisação de meios de fortuna, ou seja, aqueles meios de sobrevivência improvisados com recursos do próprio ambiente.

 

Dentre os principais interessados, podemos destacar:

  • Habitantes, visitantes e trabalhadores de áreas de risco;

  • Militares em geral, Polícia Civil e Defesa Civil;

  • Proprietários e funcionários de lojas especializadas;

  • Praticantes de todos os esportes de aventura;

  • Aventureiros, escoteiros e excursionistas;

  • Equipes de socorro e resgate;

  • Motoristas estradeiros, desbravadores, jipeiros;

  • Pilotos de aeronaves e comissários de bordo;

  • Navegadores e mergulhadores;

  • Turistas, turismólogos, monitores e guias de turismo;

  • Missionários, antropólogos e assistentes indígenas;

  • Biólogos, ambientalistas, ecologistas e veterinários;

  • Engenheiros de todas as áreas, topógrafos, geógrafos, geólogos;

  • Caçadores, pescadores, extrativistas, madeireiros e mateiros;

  • Cinegrafistas e fotógrafos de natureza/meio ambiente;

  • Gerontólogos, educadores;

  • Demais interessados no assunto.

 

Quem vai explorar a biodiversidade na Amazônia? Biopirataria ocupa brecha deixada pela falta de cientistas brasileiros na floresta. - Saber mais...

Atendemos também à demanda de empresas. Se por qualquer necessidade operacional for preciso alterar ou mudar totalmente a carga horária ou a grade curricular, estamos à disposição para atendimento. Realizamos palestras sobre os temas relacionados no currículo do curso e sobre prevenção e combate a incêndios para grandes empresas, bem como primeiros socorros e salvamento aquático.

Conheça também o curso intensivo.

Folder do curso

Como posso conseguir?

Você encontrará neste curso/treinamento tudo o que necessita saber para se manter vivo num meio ambiente hostil. Orientado segundo os diferentes tipos de clima e características de terreno (deserto, mar, pólos, montanha e floresta), o CURSO DE TÉCNICAS DE SOBREVIVÊNCIA ensina, passo a passo, lidar com as várias situações de sobrevivência, desde o fabrico de ferramentas e a conservação dos alimentos em zonas agrestes, até às formas de encontrar o seu caminho de regresso à civilização.

Entre os temas-chave que aqui abordamos incluem-se: a construção de abrigos; o fabrico de armadilhas, ferramentas e jangadas; a prestação de primeiros socorros em plena selva; a feitura de cordas e nós; e, ainda, sobreviver às catástrofes naturais. Também lhe ensinamos a distinguir as plantas comestíveis das que são mortalmente venenosas e quais os animais perigosos que poderá ter de enfrentar numa situação de luta pela sobrevivência. Quer se trate de acender uma fogueira numa vertente montanhosa gélida, quer da procura de água potável no meio de um deserto estéril, o CURSO DE TÉCNICAS DE SOBREVIVÊNCIA irá ajudá-lo a ultrapassar toda a espécie de obstáculos que a Natureza lhe coloque pela frente.

Ao concluir o treinamento você será capaz de:

  • se preparar melhor para uma viagem ou aventura e correr menos riscos;

  • reforçar seu sistema imunológico;

  • arrumar bem melhor sua mochila;

  • interpretar sinais do tempo e prever fenômenos climáticos;

  • sobreviver em ambientes hostis: selva, deserto, mar, clima frio, montanha e em condições invulgares;

  • prover as necessidades imediatas e primordiais em caso de acidente ou incidente;

  • improvisar a imobilização e transporte de vítimas de acidente em ambientes remotos através de meios de fortuna (improvisos);

  • se prevenir contra doenças tropicais;

  • escolher vestuário e calçados para uma expedição ou aventura;

  • preparar um abrigo caso você não tenha uma barraca;

  • conseguir e preparar alimentos em ambiente selvagem;

  • fazer contato com indígenas;

  • evitar hipotermia e desidratação;

  • escapar e se defender de animais selvagens ou ferozes e lidar com animais perigosos, peçonhentos e venenosos;

  • sobreviver à deriva no mar;

  • improvisar bóias com peças de roupa ou mochila;

  • encontrar e purificar água no deserto e na selva;

  • acender fogo mesmo sem lenha seca;

  • prevenir e combater incêndios;

  • fazer nós, laços e amarrações;

  • planejar e executar deslocamentos;

  • se orientar pelas estrelas, pelo sol, bússola, relógio ou GPS;

  • saber como proceder se ficar perdido ou desorientado;

  • transpor um grande obstáculo na vertical ou horizontal;

  • escapar de areia movediça e lama gulosa;

  • evitar ser atingido por um raio;

  • pedir socorro por rádio em situações de emergência;

  • sinalizar para uma aeronave ou barco de resgate.

OBJETIVO

O treinamento de sobrevivência tem o objetivo de propiciar aos alunos o conhecimento básico e necessário para sobreviver em um ambiente hostil, proporcionando o conhecimento das mais modernas técnicas de sobrevivência.

O Treinamento é dado em duas etapas, a primeira teórica, e a segunda prática.

Parte teórica - em sala de aula em Belo Horizonte - MG. Cursos em outras cidades/estados são possíveis para turmas fechadas e empresas. Curso de Sobrevivência em ambientes naturais hostis (deserto, selva, mar, neve, altura) com ênfase maior em ambiente de selva. 40 horas/aula distribuídas em três formatos de curso possíveis:

  1. Duas semanas de segunda a sexta-feira, das 18 às 22 horas com um pequeno intervalo;

  2. Dois fins de semana com aulas sábado e domingo de 8 às 20 horas;

  3. Curso intensivo quatro dias seguidos durante a semana, seguidos da parte prática no fim de semana;

São três manuais, com um total de 683 páginas, resultado de quatro anos de intensa pesquisa, somada à experiência do instrutor em mais de duas décadas em sobrevivência na selva.

A 4ª edição dos manuais recebeu uma ampla revisão e muitos melhoramentos sobre as versões anteriores, com o acréscimo de centenas de páginas, novos assuntos, novos gráficos e tabelas, correções e aperfeiçoamentos.

Parte prática - TSS – Treinamento de Sobrevivência na Selva - em uma fazenda com mata nativa em Contagem-MG, em um fim de semana (sábado e domingo), com pernoite no local, perfazendo um total de 30 horas. Esse treinamento será ministrado por dois instrutores. É feito um seguro de vida e acidentes pessoais para todos os alunos e instrutores participantes do TSS. A programação para o curso prático básico divide-se em dois dias, sendo o início em um sábado às 6:00 horas estendendo-se até o dia seguinte às 12:00 horas, totalizando 30 horas ininterruptas de aulas práticas. Todos os alunos permanecem no acampamento durante todo o treinamento.

Os endereços serão informados na confirmação da inscrição do aluno, pois existem algumas opções de locais diferentes.

(*) - O local do treinamento prático é uma grande mata nativa fechada, com os ambientes típicos dos encontrados na selva, ou seja, mata, pântano, lagoa, clareira e morro.
Essa mata fica localizada dentro de uma fazenda na periferia da Grande Belo Horizonte - MG.
Treinamentos em outras cidades/estados são possíveis para turmas fechadas e empresas.

As datas do treinamento prático serão agendadas preferencialmente para o último fim de semana de cada mês, o que não impede de haver treinamentos em outras épocas. Como a saída para o local do treinamento ocorrerá às 6 horas do sábado, os alunos inscritos deverão chegar à Belo Horizonte de preferência na sexta-feira anterior à noite e se hospedarem em qualquer hotel no centro próximo ao local da saída do ônibus que os levará ao local do treinamento. Esse traslado de ida e volta entre Belo Horizonte e o local do treinamento já está incluído no valor do curso.

Como ir para Belo Horizonte e onde se hospedar

Conheça o curso intensivo.

Tópicos da parte teórica

  • Introdução;

  • Perguntas mais freqüentes e filosofia da sobrevivência;

  • Princípios gerais de sobrevivência;

  • Atividades ao ar livre;

  • Psicologia da Sobrevivência – Fatores Psicológicos;

  • Liderança;

  • Geografia - solos;

  • Geografia – Sistemas Ambientais Brasileiros;

  • Glossário de termos ambientais;

  • Climatologia da Sobrevivência – Clima e saúde;

  • Meteorologia da Sobrevivência – Previsão do tempo;

  • Vestuário – Tecidos, roupas e calçados especiais;

  • Cuidados com os pés;

  • Arrumação da Mochila;

  • Requisitos necessários para se fazer uma trilha;

  • Objetos de Utilidade na Selva;

  • Noções de enfermagem;

  • Fisiologia da Sobrevivência - Os limites do corpo;

  • Curiosidades sobre fisiologia da sobrevivência;

  • Segurança e Primeiros Socorros na Aventura;

  • Doenças Tropicais;

  • Preparação física;

  • Fortalecimento do sistema imunológico;

  • Conservação da Saúde;

  • Os chatos do mato (mosquitos e carrapatos);

  • Repelentes contra insetos;

  • Como escapar de areia movediça ou lama gulosa;

  • Contato com indígenas;

  • Administração do Tempo e Cronobiologia;

  • Ações imediatas;

  • Necessidades básicas e primordiais;

  • Instalação do Acampamento;

  • Construção de abrigos;

  • Meios de obtenção de fogo;

  • Meios de obtenção de água;

  • Como purificar a água;

  • Regras alimentares;

  • Caça e pesca;

  • Plantas comestíveis, venenosas, medicinais e materiais;

  • Animais perigosos, peçonhentos e venenosos;

  • Defesas contra ataques de animais selvagens ou ferozes;

  • Prevenção e combate a incêndios;

  • Gerenciamento de riscos;

  • Orientação e deslocamento;

  • Perdido? E agora?

  • GPS – Sistema de Posicionamento Global;

  • Glossário de Orientação;

  • Transposição de obstáculos e Montanhismo;

  • Noções Técnicas de Salvamentos em Altura;

  • Cabos/cordas, nós e amarrações;

  • Sistemas eletrônicos de comunicação - rádio profissional, radioamador, radio cidadão, telefonia por Satélite, telefonia celular;

  • Sistemas eletrônicos de salvatagem;

  • Pedido de socorro em situações de emergência;

  • Sinalização terra/ar;

  • Equipes de resgate;

  • Comportamento padrão das aeronaves de resgate.

  • Noções de Afogamento e Salvamento Aquático;

  • Sobrevivência na selva;

  • Sobrevivência no mar;

  • Sobrevivência em climas frios;

  • Sobrevivência no deserto;

  • Sobrevivência em montanhas;

  • Sobrevivência em cavernas;

  • Sobrevivência em situações adversas;

  • Meios de Transporte;

  • Animais de carga;

  • Off-Roading – Veículos fora de estrada;

  • Glossário fora de estrada.

 

Principal Sobrevivência FAQ Fazer Inscrição Fale Conosco